Início / Artigos / Ei,Jovem…👇👇👇

Ei,Jovem…👇👇👇

“Chegou também a Derbe e a Listra. Havia ali um discípulo chamado Tímoteo, filho de uma judia crente, mas de pai grego; dele davam bom testemunho os irmãos em Listra e Icônio. Quis Paulo que ele fosse em sua companhia…” (Atos 16. 1-3)

Nessa passagem bíblica, encontramos um ensinamento maravilhoso sobre testemunho de vida. Aqui, o jovem Timóteo é mencionado pela primeira vez, e logo foi convidado a unir-se a Paulo e Silas em sua segunda viagem missionária e a partir dela podemos nos perguntar: Por qual motivo Paulo desejou levar Timóteo para viajar com ele?

A resposta está no versículo seguinte: “Dele, davam bom testemunho os irmãos…”. Que coisa maravilhosa! Timóteo era um jovem que fazia a diferença no seu meio de convivência, ele mantinha um comportamento exemplar, pois os irmãos testemunhavam bem a respeito dele.Em um estudo mais detalhado sobre a vida de Timóteo, podemos chegar à conclusão de que ele foi um jovem corajoso que decidiu crer em algo que realmente valia a pena, a fim de deixar um legado.

Timóteo era filho de uma judia cristã, mas seu pai era grego e não era convertido nem ao judaísmo, nem ao cristianismo, no entanto, ele decidiu seguir o exemplo de fé demonstrado por sua avó Lóide e sua mãe Eunice, e por causa disso, ficou conhecido como um jovem exemplar. O testemunho do próprio apóstolo Paulo a respeito do rapaz descreve que ele teve uma fé não fingida, ou seja, Timóteo tinha um coração puro e disposto a obedecer.

Paulo confiou a ele a missão de colocar ordem na Igreja e constituir presbíteros, já imaginou o tamanho de tal responsabilidade? E ele deu conta! As últimas palavras registradas pelo apóstolo Paulo antes do seu martírio foram escritas para Timóteo, a quem ele chamava também de “meu amado filho”. Timóteo se tornou um líder forte na Igreja de Éfeso e Paulo direcionou a ele duas de suas maravilhosas cartas no Novo Testamento.

Paulo ensinou ao seu “filho” a preservar a fé e o amor e a encorajar e advertir os cristãos da Igreja em Éfeso a não se desviarem da verdade, seguindo os falsos mestres. Ele cumpriu com sucesso sua missão e deixou um grande exemplo para nós: A força e a determinação de um jovem podem levá-lo a realizar grandes coisas em e para Deus.Na carta de I João 2.14, lemos: “Jovens, eu vos escrevi porque sois fortes e tendes vencido o maligno; e a Palavra permanece em vós.” Como nós, jovens, vencemos o maligno? Se fortalecendo no Senhor e permanecendo na sua Palavra. Essa é a receita.

Não seria suficiente só a nossa força, mesmo porque vigor sempre foi um privilégio da juventude, no entanto, a diferença está em tratarmos todas as questões da nossa vida à luz da Bíblia. Timóteo aprendeu desde cedo esse princípio e isso lhe rendeu a aprovação de Deus e a confiança do grande e bem sucedido apóstolo Paulo.

Por outro lado, é importante enfatizar que isso tudo não se trata de ter uma vida extremamente religiosa, nem de que temos que viver de forma sem graça ou penosa, pelo contrário, viver pra Deus pode ser mais emocionante do que escalar uma alta montanha, depende de como encaramos a verdade. Viver os princípios bíblicos nos leva a lugares aonde jamais chegaríamos sem Deus.

Podemos ser jovens arrojados, inteligentes, divertidos e ao mesmo tempo cristãos sinceros, podemos ter uma atitude diferente dos demais que querem aproveitar ao máximo e de todas as formas sua juventude, mesmo que isso lhes custe seu próprio futuro.

Vamos fazer como Timóteo, seguir a Cristo e nos tornar exemplos para uma geração vindoura; pense no fato de que ele viveu a mais de mil anos atrás e, mesmo hoje, seu testemunho é capaz de afetar a nossa vida e seu nome  foi mencionado no melhor livro já publicado no mundo; a Bíblia, isso é valioso demais, levando-se em conta  que as Escrituras Sagradas são as palavras do próprio Deus para nós e  nosso manual de vida. Nela, podemos confiar sem reservas. Sem dúvida alguma, vale a pena seguirmos o exemplo de obediência, fé, amor e perseverança que fizeram daquele jovem tímido, o grande líder e encorajador que ele foi.

“Ninguém despreze a tua mocidade; pelo contrário, torna-te padrão dos fiéis, na palavra, no procedimento, no amor, na fé, na pureza.” ( 1 Tm4.12)

Cerca de Karina

Além disso, verifique

Monólogo: A Ressurreição

Monólogo: A Ressurreição

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *